Você já ouviu falar em efeito placebo?

efeito placebo

Efeito placebo, tem intrigado muita gente, tanto é que surgiram até áreas de estudo baseadas nisso.

Mas afinal, o que é esse efeito, é algo positivo ou negativo?

Primeiro, quando ocorro o efeito placebo, é mais ou menos assim: Quando alguém oferece um medicamento (falso, sem efeitos quaisquer), e diz para o individuo que é um medicamento para curar o seu problema.

Mais ou menos a “simulação” de um remédio. Só que esse remédio acaba conseguindo obter efeitos com muito sucesso baseados somente na “vontade” de melhorar do paciente.

A palavra placebo vem do latim placere, que significa “agradar”.



O conceito de efeito placebo atualmente é muito mais amplo e varia também até outras formas de ações físicas ou procedimentos, como ultra-som, aplicação de pomadas e até benzimentos.

Existe uma teoria para o esse efeito, que é tudo psicológico, está tudo em sua cabeça.

Se acreditar que uma pilula irá te ajudar ela te ajuda, mesmo que você não sinta nada em seu corpo, após tomar a pilula, se acreditar essa pilula começará a fazer os efeitos que você precisa porque você acredita.

Efeito Nocebo: o oposto do efeito placebo!

efeito placebo

Alguns acreditam que as doenças, e até mesmo a morte, podem ser fruto apenas da imaginação. Esse conceito passou a ser chamado de “efeito Nocebo”, exatamente o oposto do “placebo”.
Pelo qual um “nada biológico” (isto é, algo incapaz de interagir com o organismo), pode provocar mal-estar, doenças orgânicas e até impedir o restabelecimento.
O próprio terapeuta pode provocar um efeito nocebo ou placebo no cliente: a droga será mais eficaz e o restabelecimento mais rápido, quanto mais o psicoterapeuta conseguir convencer o cliente da necessidade de responder ao tratamento.

efeito placebo