Wikileaks: Como surgiu? Pessoas por trás? saiba tudo!

WikiLeaks é uma organização sem fins lucrativos, com o objetivo de trazer novidades e informações importantes para o público.

A atividade fundamental que eles fazem é publicar o material original juntamente com as histórias da notícias para os leitores e historiadores poderem observar a verdade.

É uma empresa jovem que tem crescido muito rapidamente, contando com uma rede de voluntários dedicados ao redor do mundo.



WikiLeaks ganhou de ataques legais e de políticas que queriam a parar a organização responsável pela publicação, seus jornalistas e suas fontes anônimas.

Os grandes princípios sobre os quais seu trabalho se baseia na defesa da liberdade de expressão e de publicação na mídia.

Como surgiu o Wikileaks?

Nos anos que antecederam a fundação do WikiLeaks, observaram que a mídia mundial estava cada vez menos independente e muito menos dispostos a fazer as perguntas difíceis ao governo, corporações e outras instituições. Acreditavam que isso precisava mudar.

WikiLeaks apresentou um novo modelo de jornalismo.



Porque não são motivados por um lucro, eles trabalham em cooperação com outras editoras e organizações de mídia ao redor do globo, em vez de seguir o modelo tradicional de competir com outras mídias.

Wikileaks foi criado em 2007 pelo australiano Julian Assange.

Quem foram as pessoas por trás do Wikileaks?

O WikiLeaks é formado por um grupo, basicamente independente e internacional, que se didicam a tempos já a promover uma impreensa livre, com transparência.

O grupo inclui os jornalistas credenciados, os programadores de software, engenheiros de rede, matemáticos e outros.

Com base nas informações já divulgadas por eles, demonstra que eles estão firmes em trazer a verdadeao mundo, sem nenhum medo.

Por que os vazamentos do Wikileaks é importante?

Editoras aumenta a transparência, e essa transparência cria uma sociedade melhor para todos os povos. Melhor controlo leva à corrupção reduzida e democracias mais fortes em todas as instituições da sociedade, incluindo governo, empresas e outras organizações.

A mídia jornalística desempenha um papel vital na concretização destes objetivos.



Controlo requer informações. Historicamente, a informação tem sido oneroso em termos de vida humana, os direitos humanos e economia.

Como já dizia o presidente americano Thomas Jefferson, o preço da liberdade é a eterna vigilância. Acreditamos que a mídia jornalística tem um papel fundamental nesta vigilância.

Deixe uma resposta para essa publicação!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *